Conheça o Zip Anúncios - Site de classificados grátis



Olá queridos leitores, boa tarde. 
Quem nunca ficou com algo parado em casa sem uso, e aquele produto ocupando espaço, não sabe o que é desespero, não é verdade?
Hoje em dia, o excesso e o consumismo, faz com que inúmeras vezes compremos aquilo que não necessitamos. E aí queremos nos desfazer, vender, mas nem sempre sabemos como.

É por isso que venho apresentar para vocês o Zip Anúncios, é um site de classificados grátis, no qual você se cadastra, e pode colocar o que quiser, é isso mesmo, o que você quiser para vender: móveis, eletrodomésticos, roupas, calçados, acessórios, utensílios, carros, motos, casas, terrenos, games entre outros...

É super fácil, é só você se cadastrar, ir no mapa e selecionar o seu estado. Prontinho, faça o seu anúncio e aí, é só aguardar para que alguém se interesse pelo seu produto e entre em contato contigo. 

Super fácil não é? E o melhor, é inteiramente gratuito.
Eu já vou aproveitar e fazer o meu cadastro também, tenho muitas coisas boas paradas em casa, e com essa crise, é uma boa forma de conseguir um dinheirinho. 


                       http://zipanuncios.com.br/

Resenha produto recebido: Loja Geek 10


Olá galera, boa tarde.
Hoje eu venho mostrar a vocês, o produto que eu recebi da Parceria com a loja virtual Geek 10.

Lembra quando eu disse que era (sou) apaixonada pelo universo dos jogos do #MárioBros? 
Então, não poderia ter escolhido algo que não fosse relacionado ao jogo.

Confira que caneca mais linda que chegou para mim.


 
Quem acompanhou a evolução dos games deve se lembrar muito bem dos antigos jogos de plataforma com gráficos mais simples. A estampa colorida da caneca lembra bem os cogumelos verdes que os heróis encontravam pelo caminho. Pode ser levada ao micro-ondas.

Informações técnicas:

  • Quantidade: 1 caneca estampada
  • Dimensões da embalagem: 11 cm de largura x 10 cm de altura x 9 cm de profundidade
  • Diâmetro da caneca: 8 cm
  • Peso: 300 g
  • Capacidade: 250 ml
  • Material: porcelana


                              Comentários Adicionais:  
   
A caneca veio muito bem embalada, envolta num plástico fino, dentro de uma caixa com plástico bolha. Gostei muito, na verdade, é a primeira vez que eu recebo algo que foi extremamente bem embalado. Se algo acontecesse com a caixa, o produto não sofreria dano, pois ela estava protegida pelo plástico, e pelo plástico bolha, e dentro da caixa.
Quer melhor segurança que essa?
Estou muito satisfeita com a prestação do serviço da loja, e pelo imenso carinho com o blog.
A caneca é linda, muito resistente, de porcelana e pode ser levada também ao micro-ondas!

                                  EU RECOMENDO!

 


Apresentando a loja virtual: Geek 10



Antes de apresentar a mais nova Parceria aqui do blog, a loja virtual Geek 10 eu quero explicar o significado do termo Geek.

Geek: é uma gíria da língua inglesa, que significa alguém viciado em tecnologia, jogos eletrônicos, tabuleiro entre outros desse universo.

A loja virtual Geek 10 foi fundada com o intuito de atender toda a demanda desse público geek, nerd em geral, além de oferecer produtos personalizados e criativos. Seus colaboradores são pessoas desse universo, o que garante um atendimento de ótima qualidade visando a satisfação dos clientes.

Alguns dos produtos que você encontra no site da loja:





E aí galera, gostaram?
Eu particularmente sou apaixonada por esse universo, principalmente por tudo o que envolve o mundo do #MárioBros.

Passe lá no site e confira esses e os demais produtos que a loja oferece.

Site oficial: http://www.geek10.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/lojageek10

Resenha do livro: Sereia de Vidro



Autor: Marcelo Antinori
Páginas: 71
Editora: Bússola
Versão: Pocket
Ano: 2015 

Um escritor com três livros publicados. Diretor de uma importante construtora e genro de um poderoso empresário. 
Que após o seu último livro publicado, encontrou-se numa crise emocional muito forte, ao qual não tinha mais criatividade e nem ideias para escrever um novo livro. Criava pequenos textos, fazia esboços, porém nada que o agradasse.
Foi então que indicado por alguns amigos, procurou por uma Madre de um convento fora da cidade, que lia cartas de Marselha. 
Após a visita e a leitura de três poderosas cartas, ele se viu num mundo totalmente diferente no qual ele vivia, é aí que começa a maior aventura da sua vida. Com alguns personagens totalmente o oposto das pessoas que conhecia, envolto num mistério impressionante, e com uma linda mulher. A história promete uma leitura rápida e de fácil entendimento.

Comentários Adicionais:
Gostei da história, amei a escrita de forma simples, narrativa tranquila, o que me proporcionou um maior envolvimento na hora da leitura.
Estou muito ansiosa para ler a continuação.

E aí, o que acharam da resenha?


          Você pode adquirir o livro através desse link:
          http://www.saraiva.com.br/sereia-de-vidro 

    

A capa do novo livro de Paulo Levy (Pedra Bruta)


Depois de tanta ansiedade, finalmente foi revelada a nova Capa do livro do escritor de Romances Policiais, Paulo Levy.

Eu realmente, achei bem impactante!
Imagina a história então, como é que será?? (tcham, tcham...)
´
Aguardem só mais um pouquinho.
Em breve nas principais livrarias de todo o país! 



A FOLHA entrevistou o escritor Marcelo Antinori!


Ex-presidente da Vasp, Marcelo Antinori vira escritor policial

Zanone Fraissat/Folhapress
SAO PAULO/SP BRASIL. 10/06/2016 - Retrato do escritor Marcelo Antinori na escadaria do bixiga.(foto: Zanone Fraissat/FOLHAPRESS, ILUSTRADA)***EXCLUSIVO***
Retrato do escritor Marcelo Antinori na escadaria do Bixiga
PUBLICIDADE
Depois de passar mais de duas décadas em Washington, trabalhando no Banco Mundial e no BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), o economista Marcelo Antinori, 64, resolveu se dedicar exclusivamente a uma antiga paixão: a literatura.
Há cerca de dois anos ele escreve a série policial "Sereia de Vidro" (Bússola). Escritas com concisão -"sem enrolação", como gosta de enfatizar-, as narrativas ambientadas majoritariamente no centro de São Paulo têm personagens que transitam entre os mundos do crime organizado, da polícia e da burguesia.

São livros pequenos, com cerca de cem páginas, que podem ser consumidos isoladamente, como contos "que podem ser lidos no ônibus, em uma hora e meia", ou em sequência, como um romance.
"Quero chegar ao público que não lê, ou àquele que, quando lê, encontra coisa de má qualidade", diz. "Por isso quero ver meus livros nas bancas de jornal: esse público não entra em livraria."
A trajetória de Antinori é movimentada. Fez doutorado com Celso Furtado em Paris, nos anos 1970. Ao voltar para o Brasil, trabalhou na reorganização da Federação dos
Trabalhadores da Agricultura do Estado de Pernambuco.

"Em 1979, houve duas grandes greves coordenadas no Brasil: a dos metalúrgicos do ABC, em março e abril, e a dos canavieiros de Pernambuco, em outubro e novembro. Trabalhei clandestinamente durante dois anos na preparação do movimento dos canavieiros", recorda.
Dessa experiência resultou o romance "Os Enfrentantes" (Klaxon, 1983), de tom abertamente militante, que recebeu menção honrosa em concurso promovido pela União Brasileira de Escritores.

Nos anos 1980, Antinori trabalhou no governo estadual de Franco Montoro e assumiu a presidência da Vasp, empresa da qual conduziu o processo de privatização em 1990. "Eu tinha 36 anos e estava com o ego lá em cima. Meu erro foi não ter percebido o que havia por trás de tudo aquilo." Naquela época, escreveu outro romance, "O Labirinto de Mariana" (Klaxon).
Inventando gente

A aproximação com o gênero policial aconteceu em 2012, quando estava no Panamá a serviço do BID. "Andava cansado da economia e, meio de brincadeira, comecei a inventar personagens como um ex-banqueiro que virou bêbado, uma ex-terrorista alemã do grupo Baader-Meinhof que virou puta... Com esses personagens escrevi quatro livros em um ano, em espanhol."
O material caiu na mão de um editor panamenho que logo publicou o primeiro volume, "El Último Vuelo del Cóndor", sobre narcotraficantes e um crime misterioso.
Meses depois, Antinori voltou ao Brasil e publicou "O Húngaro que Partiu sem Avisar" (Lazuli, 2014), reescrito em português.
"Aprendi a escrever recentemente. Como economista, eu fazia textos objetivos, sem nenhum suspense", brinca. "Comecei a estudar contos. Romances de grandes escritores me aborrecem. Você lê 'Os Mortos', o último conto dos 'Dublinenses', e você entende toda a arte de James Joyce sem ter de encarar 'Ulysses'."

Para compor os personagens da série, Antinori tem seus macetes. "Quando defini a personagem de Ana Pérsia, que mora num apartamento no andar de cima daquele em que moram o tio e seu amante travesti, passei a ir uma vez a cada 15 dias para o centro. Sentava numa padaria e ficava tentando entrar na pele dos personagens. É o que Mia Couto chama de 'outrar'."
"Como no oitavo volume da série aparece a Yakuza, a máfia japonesa, vou à Liberdade para tentar 'outrar' um certo personagem", comenta.
Antinori já escreveu sete dos nove volumes de "Sereia de Vidro". Três deles já foram publicados, e o quarto e o quinto saem ainda neste ano. 

http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2016/06/1780977-ex-presidente-da-vasp-marcelo-antinori-vira-escritor-policial.shtml

Eu li o livro: A culpa é das estrelas!




Livro: A culpa é das estrelas
Ano: 2012
Editora: Intrinseca
Autor: John Green

 Olá meninas, eu li esse livro em quatro dias. Foi o único livro que me tirou lágrimas. rs
 O livro conta a história de adolescentes com câncer. Em especial Hazel uma menina prestes a completar dezessete anos, que sofre de câncer e está em fase terminal.
 Ela passa seus dias em casa lendo o Livro "Uma aflição Imperial", várias e várias vezes. Ou assistindo aulas na Universidade.
 Hazel está sempre com um carrinho de cilindro de oxigênio e cânulas no nariz, pois seus pulmões não trabalham como pulmões normais.
 Certa vez , por insistência de sua mãe, Hazel vai participar de um grupo de Apoio, onde várias crianças que sofrem desse doença, sentam numa roda que por sua vez chama Coração Literal de Jesus". Lá eles contam das suas dores, o sofrimento que a doença causa, as superações, enfim...
 E nesse dia Hazel Grace, faz alguns colegas como o Isaac e em especial o Augustus Waters. Onde juntos apesar de toda a deficiência que a doença lhes causara, descobrem o amor. Augustus usa seu desejo para levar Hazel até Amsterdã, ambos em busca do escritor favorito de Hazel Grace, o Van Houten. Uma história linda, que mexe com a cabeça dos adolescentes e dos adultos.

Leiam o livro e me deixem as suas opiniões.